domingo, 11 de dezembro de 2011

Projetor acoplado ao iPhone transforma celular em "home theater"

DAVID POGUE || Do New York Times

  • O Megaplex, da Epson, é um projetor de mesa para iPhones com alto-falantes embutidos
    O Megaplex, da Epson, é um projetor de mesa para iPhones com alto-falantes embutidos
Tudo mudou quando as pessoas começaram a criar os seus próprios aplicativos para o iPhone. Subitamente, os talentos do aparelho como telefone celular – que, pelo menos no início, não eram particularmente notáveis – ficaram em segundo plano em relação às capacidades dele como computador.
Atualmente, a área de telefone-como-computador vai bem além dos aplicativos do tipo stand-alone (autônomos). Hoje em dia o iPhone desempenha tarefas referentes a computação, conexão e exibição de imagens para uma gama enorme de hardwares fabricados por outras companhias. Por que elas deveriam elevar os preços dos seus produtos vendendo ao consumidor uma tela, memória, processador, microfone, Wi-Fi e Bluetooth se esse consumidor já conta com tudo isso no bolso?
Existem monitores de pressão arterial (iHealth), balanças de banheiro (Withings), monitores de atividade física (Jawbone), monitores de sono (Zeo), leitores de cartão de crédito (Square), câmeras de segurança (iZon), helicópteros com controle remoto (Parrot) e, é claro, cerca de 73.001 sistemas de alto-falante. E todos eles dependem do iPhone como cérebro.
No entanto, antes do lançamento do Epson Megaplex, parece que ninguém havia pensado em um acessório nitidamente óbvio para o iPhone: um projetor para home theater.

Do celular para a parede

E por que essa é uma ideia tão óbvia? Porque, atualmente, milhões de pessoas levam as suas fotos, vídeos e músicas nos seus iPhones, iPads e iPod Touches. O mundo está repleto de carregadores de energia que também reproduzem música. Não deveria ter demorado tanto tempo assim para que alguém criasse um carregador que também reproduzisse fotografias e vídeos.
Mas é exatamente isso o que o Megaplex faz. Na parte anterior dele há uma bandeja retrátil que contém o carregador padrão da Apple para dispositivos i-gadget. Insira o seu telefone celular, iPad ou Touch, e você subitamente poderá reproduzir as suas músicas por meio dos alto-falantes Megaplex – ou assistir aos programas de televisão, vídeos, shows de slide ou apresentações em uma tela, parede ou teto, com um comprimento diagonal de 7,6 metros (300 polegadas).
É verdade que já existiam projetores para dispositivos da Apple, que geravam uma imagem de um metro (40 polegadas) em paredes, com uma luminosidade de 40 lúmens, exigindo para isso uma sala totalmente escura. Mas o Megaplex é um verdadeiro projetor de mesa, como aqueles que você encontra em salas de reunião e em home theaters. Ele gera 2.800 lúmens, o que é suficiente para que se possa ver as imagens mesmo com as luzes acesas ou com a claridade provocada pela luz do sol.
Mas se você criar uma sala completamente escura exclusivamente para o Megaplex o resultado será verdadeiramente incrível: 2.800 lúmens em uma alta definição de 720p resultam em uma imagem surpreendentemente brilhante e nítida. É como se fosse um cinema na sua casa, o que eu acho que é exatamente o objetivo almejado.
Sob a perspectiva da Epson, o Megaplex não foi nenhuma grande revolução. A companhia já fabricava muitos modelos de projetores bastante similares a estes, mas que não contavam com a conexão para iPhone.
Na verdade, existem dois Megaplexes. O melhor é o MG850HD. Ele custa US$ 650 na Internet e oferece imagens de alta definição de 2.800 lúmens. Você poderá economizar cerca de US$ 100 comprando o irmão menor dele, o MG-50, que não tem alta definição e oferece 2.200 lúmens (um conselho: compre o melhor).

sábado, 3 de dezembro de 2011

Oi atenderá mais 100 cidades pelo Plano Nacional de Banda Larga

Reprodução
Banda Larga
A Oi iniciou nesta sexta-feira (02/12) a oferta de internet rápida dentro do Plano Nacional de Banda Larga (PNBL) em mais 100 municípios, segundo a empresa. Com a entrada nas novas localidades, a operadora agora oferece acesso à internet pelo PNBL para 300 cidades em 24 estados.

"No primeiro semestre de 2012, mais 900 municípios serão beneficiados e, até o fim de 2014, as ofertas estarão disponíveis em todos os 4.800 municípios da área de atuação da Oi", disse a companhia.

O PNBL, que será operado pela Telebrás, já conta com a participação de outras operadoras como a Telefônica, TIM e Claro. O objetivo é massificar até 2014 a oferta da internet banda larga para 40 milhões de domicílios, espalhados por 4.283 municípios de todas as regiões do país. A intenção é oferecer conexões com velocidade de 1 Mbps por R$ 35,00 - ou R$ 29,90 para os Estados que aprovarem o corte do ICMS (imposto sobre operações relativas à circulação de mercadorias). 

Para saber mais sobre o PNBL, clique aqui e veja o que esperar com a implantação do programa e quais são os pontos positivos e negativos.

Rumor: beta do Windows 8 em fevereiro?



reprodução
windows 8
A Microsoft pode liberar uma versão beta do Windows 8para o público a partir do fim de fevereiro de 2012, de acordo com o The Next Web.

Não há informações do que seria exatamente essa versão beta. O Windows 8 para desenvolvedores, disponibilizado pela empresa há alguns meses, não conta com alguns recursos como uma função para e-mails, e não se sabe se ela estará nesse beta.

O Windows 8 não tem data para lançamento final ainda - a Microsoft afirma apenas que ele sairá em 2012. Porém, com uma versão beta, é possível saber o que ainda falta ser feito no sistema operacional e, assim, ter uma ideia de quando ele deve ficar pronto.

Ainda segundo o The Next Web, a versão final para desenvolvedores pode ser disponibilizada em junho de 2012, o que abriria o caminho para o lançamento do Windows 8 no segundo semestre do ano que vem.

A mais nova versão do sistema operacional da Microsoft terá, entre as suas novidades, uma interface mais voltada para tablets. A empresa também promete que o Windows 8 será mais leve do que o antecessor, o Windows 7, lançado em 2009.

quarta-feira, 30 de novembro de 2011

AMD entra no mercado de memórias RAM

Agora é oficial. A AMD, conhecido fabricante de processadores e placas de
vídeo, está vendendo também módulos de memória DDR3. As memórias da AMD
são fabricadas pela Patriot e vendidas pela Visiontek com a marca Radeon
em três séries: Entertainment, cujos módulos trabalham a 1.333 MHz,
Performance, cujos módulos trabalham a 1.333 MHz/1.600 MHz, e Radeon,
cujos módulos trabalham a 1.333 MHz. Os módulos de memória da AMD estão
disponíveis em capacidades de 2 GB, 4 GB e 8 GB.

domingo, 6 de novembro de 2011

Google+ ganha integração extra com YouTube e Chrome

Rede social ganha barra de busca por vídeos no YouTube e duas novas extensões que integram o Plus ao navegador Chrome
04 de Novembro de 2011 | 10:58h
O Google anunciou novos recursos no Google+ que aumentam a integração da rede social com o YouTube e com o navegador Chrome, de acordo com post feito noblog oficial da empresa.

Ao passar o mouse por cima de um novo ícone, adicionado ao canto direito, ele vira uma caixa de busca para vídeos no YouTube.

Reprodução

Ao buscar por alguma palavra, uma janela pop-up é aberta com uma lista de vídeos relacionados ao que foi procurado. Na janela existe um botão "Compartilhar", que permite enviar os vídeos para seus círculos na rede social.

Reprodução

Além disso, o Chrome também ganhou novas extensões relacionadas ao Plus. Uma delas adiciona o botão "+1" em todos os sites que o usuário acessar e, ao clicar nele, aparece uma opção para compartilhar o conteúdo com seus círculos na rede social.

A outra extensão permite ver suas notificações da rede social direto no navegador, como em extensões similares do Gmail, por exemplo.

Reprodução

Computador de vinte e cinco dólares chega no Natal

Computador de vinte e cinco dólares chega no Natal

por RenzoAbhner, fonte Olhardigital, data 12:37 (3 horas atrás) editar remover


O Rasperry Pi, que surpreendeu o universo da tecnologia graças a seu preço ultra-baixo de US$ 25, será disponibilizado para vendas iniciais neste Natal de 2011.
imagem
  Foi o que disse o co-desenvolvedor do projeto, o britânico David Braben, ao siteGigaOM. Segundo o especialista, cerca de 10 mil unidades serão disponibilizadas para desenvolvedores até o final do ano, para que eles possam tirar proveito da natureza open source da máquina para criar softwares. 

Braben ainda diz que o PC está quase pronto. O GigaOM informa algumas especificações técnicas, como o formato final do dispositivo: ele tem o tamanho aproximado de um cartão de visitas, contendo diversas entradas onde você poderá plugar monitor ou TV, teclado, mouse, roteadores USB e diversos outros dispositivos de encaixe simplificado que já estão no mercado. Usando a arquitetura ARM, o Pi pode, hoje, rodar algumas distribuições Linux e softwares ultra-leves. 

Abaixo, você confere um vídeo do Rasperry Pi:

por RenzoAbhner, fonte: Olhardigital

De olho em rivais, Google anuncia melhorias para suas buscas

Por IDG News Service / EUA

Publicada em 04 de novembro de 2011 às 08h40

Com mudança em algoritmos, usuários terão resultados mais atualizados; 35% de todas as buscas devem ser afetadas por novidade.

A Google quer melhorar seus resultados de busca com algoritmos atualizados. Os updates em questão poderiam ser uma parte importante da estratégia da empresa para se manter a frente de rivais como Yahoo e o Bing (da Microsoft), de acordo com analistas.
A mudança no algoritmo básico deve tornar os resultados de busca muito mais adequados para os usuários, de acordo com a Google, que afirmou ainda que 35% de todas as buscas devem ser afetadas pela melhoria.
“Se eu buscar por ‘Olimpíadas’, provavelmente quero informações sobre os jogos de 2012, não da competição de 1990”, escreveu o engenheiro da Google, Amit Singhal, em um post no blog oficial da empresa.
“A busca do Google usa um algoritmo de novidade, desenvolvido para fornecer os resultados mais atualizados, para que mesmo que eu digite apenas ‘Olimpíadas’ sem especificar 2012, ainda encontre o que estou buscando”, completou.
No entanto, Singhal notou que nem todas as buscas são baseadas em encontrar os resultados mais recentes. Por exemplo, alguém tentando encontrar sua receita favorita de molho marinara tem necessidades diferentes de uma pessoa que quer encontrar informações sobre os últimos acontecimentos do movimento 'Ocupa Wall Street', por exemplo.
Dessa forma, a melhoria “significativa” do algoritmo de busca do Google pode determinar quando fornecer aos usuários resultados mais atuais, explica Singhal. “Buscas diferentes tem necessidades de atualidade diferentes”, escreveu o engenheiro. “Essa melhoria de algoritmo é feita para entender melhor como diferenciar entre esses tipos de buscas e o nível de novidade que você precisa, e para certificar que você receba as respostas mais atualizadas.”
Atualizações desse tipo são necessárias se a Google espera mandar sua liderança no mercado de buscas, de acordo com o analista da consultoria Gabriel Consulting Group, Dan Olds. “A Google precisa continuar melhorando sua busca para manter seu status de líder”, diz Olds. “O Bing não é uma grande ameaça atualmente, os ‘Bingers’ estão famintos e não vão embora tão cedo. Eles estão ocupados trabalhando nas suas próprias melhorias. É uma guerra de trincheira e a Google precisa continuar avançando. A busca é a fundação de todo o império da Google.”
O momento da atualização pode ser benéfico para a Google, cujos números no mercado estão começando a mostrar ligeiras quedas. Em agosto, a gigante de buscas caiu abaixo dos 65% no mercado dos EUA pela primeira vez em dois meses. Mas foi uma queda rápida. Segundo a consultoria comScore, a Google subiu de novo para 65,3% em setembro.

quarta-feira, 26 de outubro de 2011

Programa cria linha do tempo e organiza memórias virtuais


E se você pudesse reunir tudo que publicou online desde seu primeiro tuíte até o último post do Facebook? E se, ainda por cima, pudesse organizar essas memórias em uma linha do tempo que o ajuda a recriar momentos especiais como o dia da sua formatura ou sua primeira viagem? Pois é essa a proposta do site Memolane: ser uma máquina do tempo virtual.
O programa organiza cronologicamente o que você postou em sites como Youtube, Flickr, Twitter, Last.fm e Foursquare. Assim, ele o ajuda a lembrar as músicas que ouviu durante férias inesquecíveis, os tuítes que publicou durante o evento e as fotos e vídeos que marcaram a data.
Ainda em sua versão beta, o Memolane também permite que você vasculhe suas memos (cada memória de um dia), junte-as e conte histórias. Essas histórias são apresentadas em álbuns que reúnem sua memos de acordo com algum evento específico e você também pode convidar amigos para a ajudá-lo a reconstruir o momento. Eles podem adicionar vídeos, fotos e até mesmo indicações do Foursquare que fizeram parte da experiência.
Outras ferramentas oferecidas pelo serviço são a barra de buscas e as opções de compartilhamento. Na barra você pode encontrar informações publicadas em qualquer um dos programas citados anteriormente, sejam memos suas ou de seus amigos. Quando quiser compartilhar suas memos, basta clicar sobre elas e já aparecem as possibilidade de publicá-las em Twitter, Facebook ou simplesmente copiar e enviar o link da memória. Assista abaixo ao vídeo de apresentação do Memolane.
VEJA O VÍDEO
Uma das preocupações que surgem com o Memolane é: “Quer dizer que tudo que já disse nas redes sociais vai ficar disponível para todo o mundo? Mas e os posts que me arrependi de publicar ou as experiências que não tenho vontade de dividir?” Os fundadores do serviço dão especial atenção a essa questãoTodas as informações coletadas pelo Memolane são autorizadas por você. Ou seja, você escolhe de quais redes sociais ele vai buscar conteúdo e como esse material vai ser exibido.
Além disso, mesmo depois de organizar as memos, você pode indicar, uma a uma, qual delas quer compartilhar. Há a opção de permitir que todos vejam, apenas seus amigos ou garantir que só você será capaz de visualizar determinada experiência.
http://catracalivre.folha.uol.com.br/2011/04/programa-cria-linha-do-tempo-e-organiza-memorias-virtuais/
Fonte: 

terça-feira, 18 de outubro de 2011

Seriado Chaves terá game para o Wii


O jogo, baseado no Mario Party, permite a diversão de até quatro pessoas
Game do Chaves para o Nintendo Wii chega em 2012 / DivulgaçãoGame do Chaves para o Nintendo Wii chega em 2012Divulgação
O seriado de TV "Chaves" ganhará um game para o Nintendo Wii e será lançado em 2012, anunciou a companhia mexicana Televisa Home Entertainment. O jogo é desenvolvido pelo estúdio Kaxan Games, criador do “Taco Master”,  e será distribuído pela Slang.

Baseado no sucesso 'El Chavo Animado',o jogo terá mais de 25 mini-games em “modo livre”, além de um "modo Copa" em que participante vai competir por medalhas em tabuleiros.

O game também promete entreter jovens e crianças com o 'sistema' que permite a diversão de quatro jogadores. Nele, o jogador irá andar no tabuleiro e, dependendo da casa em que cair, participa de vários minigames.

O jogo do Chaves estará disponível no mercado mexicano no primeiro trimestre de 2012.
Fonte : http://www.band.com.br/noticias/tecnologia/noticia/?id=100000462878
Fonte: 

Agora a onda é case para videogames



A Calibur11 é uma empresa conhecida por desenvolver cases que transformam o seu videogame de uma forma que o mesmo lembra e muito o seu jogo favorito… e claro, com a aproximação da data de lançamento do jogo Battlefield 3, a empresa iria “aprontar das suas”.
O novo case Battlefield 3 Vault da Calibur 11 promete transformar qualquer Xbox 360 ePlaystation 3, em algum tipo de equipamento de guerra… Ele conta com uma aparência de tanque de guerra além de detalhes como uma granada de fumaça e um outro equipamento que mais parece uma outra bomba. O Vault da Calibur 11 conta com um suporte para Headset ou controle do seu videogame.
Interessado? O Battlefield 3 Vault da Calibur11 estará disponível para os videogames Xbox360 da Microsoft e para o Sony PlayStation 3, a partir do dia 25 de outubro, o mesmo dia do lançamento do novo jogo Battlefield 3. Até o momento não existe nenhuma informação sobre os valores que serão cobrados pelo mesmo.
Via | Gear.ign

Descubra o Samsung Media Hub


Samsung anunciou um novo dispositivo que até agora não sei bem em qual categoria o classificar… O novo SE-208BW é uma espécie de Media Hub sem fio para a sua residência.
Podemos caracterizar o novo dispositivo da Samsung através de suas características, afinal de contas ele é capaz de reproduzir e gravar CD e DVD… Mas o mais interessante neste media Hub é que a transmissão dos dados independe de qualquer tipo de fio, ela é realizada através de uma conexão sem fio, ou seja, você pode colocar um filme em DVD no dispositivo e assistir através de seu smartphonetablet ou PC de uma forma simples e fácil.
O Samsung SE-208BW conta com uma porta de acesso USB, por onde você pode compartilhar arquivos dispostos em pendrives, entre todos os dispositivos conectados a ele… ou seja, o SE-208BW é sua nuvem pessoal. Um pouco confuso, não acham?
A unidade óptica do Samsung SE-208BW grava discos DVD + / -R em 8X, DVD-RAM a 5x, DVD + / -R DL em 6x, DVD + RW em 8x e DVD-RW a 6x. O Media Hub Samsung SE-208BW será lançado no inicio de 2012 e esperamos que maiores informações sobre ele possa surgir até lá.
Via | Samsung

Acer prepara notebook feito com fibra de vidro



Acer prepara para o inicio de 2012, um novo modelo de “ultrabook” que trás como grande diferencial o seu acabamento todo feito em fibra de vidro ao invés do alumínio, o que fará com que o notebooks seja muito mais leve e durável, além de mais barato.
É um pouco estranho veicularmos a informação de um equipamento estar sendo preparado para o ano que vem, mas a explicação da fabricante é plausível… Ela considera que o mercado de final de ano é um pouco inóspito para lançamentos como o de um notebook feito com fibra de vidro, uma vez que o impacto no valor do produto não será sentido pelos consumidores devido as inúmeras ofertas e promoções. A Asus, pretende adotar o mesmo material para sua linha de PC’sportáteis a partir do próximo ano.
Até o momento não sabemos quais são as reais configurações do novo notebook feito com fibra de vidro da Acer, sabemos apenas que ele terá uma tela de 15 polegadas.
Via | TechCrash

segunda-feira, 10 de outubro de 2011

Novo volante da Thrustmaster trás toda a emoção - e complexidade - da F1 para o PC

Acessório substitui o volante original do conjunto T500 RS por uma réplica do volante da Fórmula 1
Por Rubens Haruo Eishima em 30/Set/2011

Essa é para quem acha que os volantes para videogames e computadores se parecem mais com brinquedos do que com volantes de verdade. A Thrustmaster anunciou um acessório para o conjunto T500 RS que substitui o volante original por umaréplica do modelo usado pela equipe Ferrari na F1.
Thrustmaster T500 RS
O Ferrari F1 Wheel Add-On imita o volante usado na temporada atual pela equipe e foi feito para substituir o modelo usado no kit oficial do Gran Turismo 5. Ao invés da simplicidade do volante original, o novo acessório inclui todo o exército de botões e seletores  (manettinos, como a Ferrari os chama), esses últimos para alterar configurações do carro sem precisar acessar menus.
O acessório apresenta dois modos de uso, o modo avançado é exclusivo para PC e disponibiliza 25 botões de ação e um direcional digital; já o modo compatível com o PS3 inclui 13 botões e três direcionais.
A brincadeira não sai nem um pouco barata, somente o volante custa 200 dólares nos Estados Unidos, valor semelhante ao pedido em conjuntos como o G27 da Logitech, e ainda não tem data de lançamento ou preço previstos para o Brasil. Vale lembrar que o preço não inclui o pedal e a base, partes do conjunto T500 RS que custa mais de 500 dólares lá fora - e preço sugerido no Brasil de 2.000 reais.

terça-feira, 27 de setembro de 2011

Sony e Nintendo negociam para fabricar no Brasil, diz Governo

Do UOL, em Brasília

Nesta terça-feira (27) a Microsoft anunciou a produção do Xbox 360 no Brasil, em Manaus, iniciativa que vai resultar em redução de 40% no preço do console a partir de 5 de outubro. Porém, ao que parece Sony e Nintendo já estão se movimentando: segundo Luis Antonio Rodrigues Elias, secretário-executivo do Ministério da Ciência e Tecnologia, ambas estão em negociação para fabricar seus consoles, das linhas PlayStation e Wii, no Brasil.
“O país agora é uma plataforma para lançamento também de produtos mais sofisticados, por sua pujança recém-adquirida”, explica Luis Antonio, que é o número 2 da pasta. “Essas empresas [Nintendo e Sony] querem se inserir no mercado da América do Sul e todas estão em negociações, o que demonstra que nosso ambiente está adequado para recebê-las”, completa.

Questionado sobre se a Nintendo poderia fabricar o Wii nas instalações da Foxconn, empresa responsável pela manufatura do console no exterior, Luis Antonio disse não saber: “O que sei é que as empresas querem produzir um conjunto de bens qualificados, inclusive consoles, para introduzir no mercado brasileiro”.
Sobre o Jogo Justo, Luis Antonio preferiu não se alongar muito na resposta, mas deu a entender que ainda se trata de um movimento em início de vida: “É muito iniciante”, cravou.
Procurada pela redação para comentar as declarações do secretário-executivo, Sony e Nintendo não se manifestaram até a publicação desta nota.
As declarações foram dadas durante evento em Brasília para oficializar a montagem do Xbox 360 no Brasil, mas originalmente o senador Aloizio Mercadante era esperado. Ele não pôde comparecer e foi substituído por Luis Antonio. (Maurício Savarese)

domingo, 18 de setembro de 2011

Gears of War 3" fecha trilogia como melhor jogo da série


GamePro / EUA
16-09-2011
Game se sai bem ao investir em modo cooperativo para 4 jogadores e novidades no multiplayer, além de caprichar na narrativa. Título chega ao Brasil em 20/9
É difícil imaginar que já se passaram cinco anos desde que o primeiro “Gears of War” foi lançado para Xbox 360, menos de um ano após a chegada do console da Microsoft ao mercado. E apesar de a série certamente ter amadurecido de várias maneiras durante esse tempo, ela não passou necessariamente por nenhum tipo de reinvenção de grande porte. No entanto isso não é algo inteiramente negativo.
Em vez de tentar colocar diversas mudanças que não pertencem à fórmula, a produtora Epic Games manteve sua franquia de ficção científica atual e interessante ao introduzir gradualmente novos recursos, ideias e melhorias que só tem a acrescentar à experiência de “Gears”. Ao fazer isso, eles preservaram a essência do que tornou sua franquia tão reverenciada, enquanto não deixaram que o novo game pareça apenas mais uma sequência preguiçosa.
“Gears of War 3” também se mantém fiel a sua filosofia. Apesar de algumas vezes parecer mais uma continuação dos jogos anteriores, ainda é uma experiência de ação muito mais refinada do que seus antecessores – e faz valer a pena conferir esse último capítulo da trilogia.
Mas “Gears 3” não é inteiramente destituído de novos recursos. Provavelmente a mudança mais notável introduzida no game é a adição do modo cooperativo para quatro jogadores. Jogar a história principal com até outros três jogadores não apenas torna a campanha mais divertida, como também permite mais oportunidades estratégicas.
gearsofwar301.jpg
A inclusão do modo para quatro jogadores também tem efeito na narrativa de “Gears of War 3”. Ao longo da campanha, um grupo de personagens terá realizar uma missão, enquanto outro terá de fazer uma tarefa completamente separada, muitas vezes localizada em um lugar inteiramente diferente no mundo do game.
Os caminhos desses diferentes grupos se cruzarão por várias vezes, o que faz com que o game frequentemente mude sua perspectiva para que você experimente eventos separados acontecendo ao mesmo tempo. Essas missões paralelas ajudam a dar um sentimento muito mais épico a esse confronto final entre os heróis humanos de “Gears” e seus inimigos Locusts.
Mas é uma pena que não é gasto mais tempo no desenvolvimento dos novos personagens de “Gears of War 3”. Existem muitas caras novas, mas suas histórias de fundo não são nem de perto tão desenvolvidas quanto as personagens regulares na série, como Marcus Fenix, Dominic Santiago e o resto da equipe “original” da Delta Squad. O resultado é uma história instável em que momentos memoráveis são ofuscados por cenas que te deixarão coçando a cabeça.
gearsofwar302.jpg
Também há alguns momentos emocionantes na trama de “Gears 3”, que é algo que a franquia havia explorado apenas de maneira mais leve anteriormente. Sem contar exatamente o que acontece, há alguns eventos inesperados ao longo da campanha. E mesmo que alguns desses momentos delicados pareçam um pouco estranhos e forçados no meio da carnificina e caos intermináveis, os riscos que os roteiristas de “Gears” aceitaram tornam essa a história mais forte da série até o momento.
E apesar de a experiência single-player do game ser deficiente em alguns aspectos, o mesmo não pode ser dito do seu robusto modo multiplayer. Na verdade, a experiência multiplayer é tremendamente satisfatória de modo geral. Favoritos da série como o retorno do modo de sobrevivência Horde, de “Gears 2” – que volta com melhorias notáveis como defesas e truques, como cercas de arame farpado que diminuem o ritmo das tropas inimigas.
No entanto, um dos modos mais excitantes de “Gears of War 3” é algo inteiramente novo: o modo Beast. Na superfície, é uma inversão do modo Horde em que você pode jogar como os caras malvados – a horda Locust – em vez de assumir o papel de Marcus e companhia. Mas é muito mais profundo uma vez que se torna uma corrida contra o relógio para destruir seus alvos humanos o mais rápido possível para adicionar tempo ao relógio, ao contrário do modo Horde, em que seu objetivo é ficar vivo o máximo de tempo possível.
gearsofwar303.jpg
Jogar como cada um dos diferentes personagens Locust também é algo diferente, já que algumas das classes mais volumosas se movem pelo campo de batalha de modo lento e dependem de poderosos ataques melee para derrotar os oponentes. Outros monstros como os Tickers ajudam seus companheiros monstruosos ao destruir barricadas e outras defesas. Há ainda uma centopéia gigante (chamada “Serapede”) que pode se mover rapidamente pelo mapa e só pode ser ferida por meio de ataques à sua cauda luminosa.
Mesmo que você só jogue a campanha de “Gears 3” e nunca mais volte a jogá-la, existem modos multiplayer e itens destraváveis suficientes para te manter ocupado por meses após o lançamento do título. O modo multiplayer de “Gears” já foi criticado no passado por ser algo raso que não compete com outros jogos de tiro, e os desenvolvedores fizeram um trabalho louvável em renová-lo de verdade dessa vez.
gearsofwar304.jpg

No final das contas, o fim da história de “Gears of War” finalmente está aqui. E mesmo que a fórmula da franquia não tenha sido realmente alterada, quem se importa? “Gears 3” não deixar de ser o título mais bem finalizado e satisfatório da série, e apresenta ideias novas o bastante para tornar mais do que válido jogar essa aguardada conclusão da história.

Em 2013, notebooks aguentarão dez dias longe da tomada

Por PC World/US
Publicada em 16 de setembro de 2011 às 09h05

Segundo Intel, máquinas que utilizarem sua linha de processadores terão autonomia de 24 horas de uso ininterrupto e dez dias em stand by.

Pensa estar com sorte quando a bateria do seu notebook dura mais de cinco horas? Espere para ver a próxima linha de processadores da Intel, chamada, provisoriamente, de Haswll. A companhia fez uma promessa ousada: as máquinas da plataforma aguentarão até 24 horas longe da tomada.
A evolução em relação ao produto atual – o Sandy Bridge – é ainda mais expressiva quando comparada à autonomia do computador em estado de hibernação. Segundo a fabricante, nesse caso, o computador resistirá a dez dias sem recargas – 20 vezes mais do que a capacidade atual.
Se a Intel cumprir sua palavra, o usuário poderá levar seu notebook a uma viagem de cinco dias, por exemplo, sem se preocupar com o esgotamento da bateria – desde que o utilize com moderação. Mensagens e atualizações nas redes sociais poderiam ser visualizadas sem peso na consciência.
Antes do Haswell ser lançado, porém – deve chegar somente em 2013 – os chips Ivy Bridge aparecerão, com sua arquitetura de 22 nanômetros. O desempenho em relação à linha atual será até 40% maior, e o consumo de energia até 50% menor.
(Melanie Pinola)

domingo, 11 de setembro de 2011

Óculos 3D simulam telão de cinema com 750 polegadas

GUILHERME TAGIAROLI*||Do UOL Tecnologia

  • Visor de tecnologia 3D será vendido por cerca de 800 euros ainda neste ano
    Visor de tecnologia 3D será vendido por cerca de 800 euros ainda neste ano
Ele tem visual futurista e promete ao usuário a experiência de assistir sozinho ao conteúdo 3D exibido no telão do cinema. Mas se o HMZ-T1 será tudo isso ou apenas um trambolho high-tech depende totalmente do conteúdo nele exibido. A novidade apresentada na IFA 2011, feira de eletrônicos e eletrodomésticos realizada em Berlim, deve chegar ao mercado europeu até o fim deste ano por cerca de 800 euros (R$ 1.860). Não há previsão para lançamento no Brasil.
Chamado de “Personal 3D viewer” (visualizador pessoal de 3D, em tradução livre), o equipamento é um par de óculos que o usuário coloca para ter acesso a conteúdos 3D. Ele é composto, basicamente, por lentes 3D ativas (que precisam de bateria), fones de ouvido e uma espécie de suporte, que prende tudo isso à cabeça. O objetivo é dar a sensação de imersão.
A reportagem do UOL Tecnologia conferiu de perto (ou de dentro) o Personal 3D Viewer. A conclusão é que, apesar de libertar os usuários da dependência de uma TV de tela grande, os óculos 3D são bons principalmente por oferecerem uma experiência individual de consumo de mídia. Já a experiência tridimensional depende do conteúdo exibido na telinha que simula uma telona de cinema, com 750 polegadas.

Durante os testes, por exemplo, a reportagem assistiu a um clipe musical de uma cantora asiática, com diversos efeitos 3D. Foi possível ver perfeitamente cada um dos efeitos brilhantes que a cantora soltava com as mãos em direção ao espectador. No entanto, ao jogar Gran Turismo no Playstation 3, qualidade foi menor. Tudo bem que é possível notar alguns efeitos 3D no jogo, como o movimento das mãos do piloto ou quando se tenta atropelar alguns dos espectadores da corrida (essa tentativa só ocorreu para efeitos de teste, ok?). Mas o jogo não oferece uma experiência rica deste tipo de recurso.
O som é um capítulo à parte. Os fones, apesar de parecerem simples, têm boa qualidade. Eles até simulam o sistema de som 5.1, que consiste em seis canais de som posicionados de tal forma que provocam a imersão.
Apesar de a novidade valer a pena em alguns casos, a questão é: você compraria ingresso para assistir a um filme 3D em uma tela gigante se houvesse dúvidas sobre a qualidade do recurso tridimensional? Se essa funcionalidade pudesse ou não ter qualidade na tela, dependendo do filme? Provavelmente, não.
O sistema de alimentação da novidade é feito via porta USB e ele é compatível com qualquer aparelho que disponibilize conteúdos 3D.
O repórter viajou a convite da Philips

PES 2012 ganha capa exclusiva com Neymar no Brasil.

NC Games e a Konami anunciaram hoje (08), que Neymar da Silva Santos Junior, atacante titular do Santos, se junta a Cristiano Ronaldo como o segundo jogador na capa de Pro Evolution Soccer 2012, que estará à venda no Brasil a partir do dia 4 de outubro. Ambos os jogadores representam as diversas melhorias que o jogo tem para oferecer este ano. Esta capa é exclusiva para a América, e será distribuída somente nos Estados Unidos e países da América Latina

Neymar foi um jogador decisivo para a equipe do Santos durante a Copa Santander Libertadores, da qual saíram campeões ao vencerem a partida contra o Peñarol (Uruguay). A Konami decidiu colocar o Neymar na capa do novo título, por ser um dos jogadores mais dinâmicos e respeitados do Brasil, além de contar com sua presença e popularidade no Pro Evolution Soccer 2012.
Informações retiradas do site: Techtudo